Attalea oleifera Barb.Rodr.

Indaiá, babaçu

 

 

 

LITERATURA
Attalea in Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro.Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/reflora/floradobrasil/FB15683>. Acesso em: 04 jul. 2020.
GLASSMAN, S.F. 1999. A taxonomic treatment of the palm Subtribe Attaleinae (Tribe Cocoeae). Chicago: University of Illinois Press, 414 p. (Illinois Biological Monograph, 59).
LORENZI, H. 2010. Flora brasileira: Arecaceae (Palmeiras). Nova Odessa (SP): Instituto Plantarum, 1a, 384 p.
MARTINS, R.C. 2012. A família Arecaceae no Estado de Goiás: taxonomia e etnobotânica. Tese (doutorado), Universidade de Brasília, 292 f.
PINHEIRO, C.U.B. & ARAÚJO NETO, A. 1985. Germinação de sementes de palmeiras do Complexo Babaçu (Palmae Cocosoideae). São Luis: EMAPA, 4 p. (Pesquisa em Andamento, n.13).
PIVARI, M.O. & FORZZA, R.C. 2004. A família Palmae na Reserva Biológica da Represa do Grama – Descoberto, Minas Gerais Brasil. Rodriguésia, v.55, n.85, p.115-124.
WISNIEWSKI, A. & MELO, C.F.M. 1981. Babaçu e a crise energética. Belém: EMBRAPA-CPATU, 25 p. (Documentos, 2).
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com