Astronium fraxinifolium Schott ex Spreng.

Gonçalo, gonçalo-alves, gonçaleiro

Árvore inerme, heliófila, caducifólia, andromonoica, resinosa, odorífera, até 12 m de altura e 40 cm de DAP. Ritidoma cinzento ou pardacento, íntegro com rugas transversais ou localizadamente fragmentado e descamante; casca interna róseo-avermelhada. Madeira muito pesada, com cerne castanho ou marrom  Folhas alternas, pilosas, imparipinadas, com 7-15 folíolos de 5-10 x 2,5-5 cm. Inflorescências paniculadas, glabras, com 15-35 cm de compr. Flores amareladas, diclamídeas, pentâmeras, actinomorfas, hermafroditas ou unissexuais, 3-5mm de compr. Frutos secos, oblongo-elípticos, pardacentos, com 10-15 mm de compr. x 2-4 mm de diâm. e cálice aderente, funcionando como asa. Sementes aderidas ao pericarpo dos frutos, pouco menores que eles.

Ocorre no México, América Central, Argentina, Paraguai, Bolívia e Brasil, nas unidades federativas das regiões Centro-Oeste e Nordeste e nos estados do Pará, Tocantins, Minas Gerais e São Paulo. É frequente na maior parte do bioma Cerrado, em cerrados e cerradões.

Floresce em julho e agosto e apresenta frutos maduros em setembro e outubro. As flores são frequentadas por insetos, com destaque para himenópteros e predominância de abelhas. As sementes são anemocóricas, com o cálice funcionando com aparato para a dispersão dos frutos pelo vento.

Fornece madeira muito resistente, usada em obras internas e externas, confecção de móveis e eventualmente em fabricação de carvão. A casa e as folhas são usadas na medicina popular, contra úlceras de pele, úlcera gástrica, hemorroida e diarreia. Os frutos verdoengos são consumidos por psitacídeos e as flores oferecem néctar e pólen a abelhas e outros himenópteros. A espécie é indicada para arborização urbana e rural, recomposição de áreas desmatadas e plantios destinados à produção de madeira de alta durabilidade.

 É propagada por sementes, utilizando-se os frutos inteiros, sem o cálice, que devem ser postos para germinar em recipientes contendo areia. A emergência das plântulas ocorre num prazo de 15-20 dias, a taxa da germinação é da ordem de 75%% e o crescimento das plântulas é moderado. As sementes podem ser guardadas por até 4 meses em condições ambientes, sem perdas significativas no poder germinativo.

A. fraxinifolium tem ampla dispersão no Cerrado e está presente em várias unidades de conservação de proteção integral nesse bioma, mas predomina em áreas preferenciais para lavouras e pastagens. Como medida precautória,  o seu corte em vegetação primária passou a ser permitido somente mediante Plano de Manejo de Rendimento Sustentado aprovado pelo IBAMA, conforme a Portaria 83-N∕91 desse órgão.

Árvore em cerrado convertido em pastagem. Minaçu (GO), 23-07-2015

Superfície do ritidoma, com colônias esbranquiçadas de líquens. Coromandel (MG), 19-05-2016

Inflorescências. Abadia do Dourados (MG), 20-08-2016

Frutos maduros. Arraias (TO), 28-09-2013

 LITERATURA
ALMEIDA, S.P. et al. 1998. Cerrado: espécies vegetais úteis. Planaltina (DF): EMBRAPA-CPAC, 464 p.
LUZ, C.L.S. & PIRANI, J.R. Anacardiaceae in Flora do Brasil 2020 em construção. Jardim Botânico do Rio de Janeiro.Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/reflora/floradobrasil/FB4384>. Acesso em: 25 Fev. 2018
SANTIN, D.A. 1989. Revisão taxonômica do gênero Astronium Jacq. e revalidação do gênero Myracrodruon Fr. All. Dissertação (mestrado), Universidade Estadual de Campinas, 187 f.
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com