Astronium cf. nelson-rosae Santin

Gonçalo, gonçalo-alves, aroeira

Árvore inerme, heliófila, caducifólia, andromonoica, odorífera, até 12 m de altura e 35 cm de DAP. Ritidoma cinzento a pardacento, muito dividido e descamante; casca interna avermelhada. Madeira dura, de coloração marrom. Folhas alternas, imparipinadas, pilosas, com 7-11 folíolos de 5-12 x 2,5-4 cm. Inflorescências paniculadas, terminais, glabras, largas, 15-35 cm de compr. Flores amarelo-esverdeadas, diclamídeas, pentâmeras, actinomorfas, hermafroditas ou unissexuais, com 3-5 mm de compr. Frutos oblongo-elípticos, pardacentos e rugosos quando maduros, estreitos, com 12-15 mm de comprimento; cálice aderente, funcionando como aparato de dispersão. Sementes alvas, pouco menores que o fruto.

Tem ocorrência confirmada apenas em Goiás, Minas Gerais e no Distrito Federal.  Ocorre em florestas-galerias e florestas estacionais subcaducifólias.

Perde a folhagem na estação seca. Floresce em julho e agosto e apresenta frutos maduros em setembro e outubro. As flores são frequentadas por himenópteros, com predominância de abelhas. Os frutos são dispersos pelo vento, por vezes a longas distâncias.

Fornece madeira apropriada para construção de cercas e pontes; confecção de móveis, tacos e tábuas para assoalho; e produção de carvão. Os frutos são consumidos por psitacídeos e as flores oferecem néctar e pólen a abelhas e outros himenópteros. Pode ser indicada para arborização urbana e deve merecer prioridade em projetos de recomposição de áreas desmatadas e e de plantios produção de madeira dura.

É propagada por sementes, utilizando-se os frutos inteiros, sem o cálice. A emergência das plântulas ocorre num prazo de 15-30 dias, a taxa da germinação é da ordem de 75%% e o crescimento das plântulas é moderado. As sementes podem ser guardadas por até 4 meses em condições ambientes, sem perdas significativas no poder germinativo.

A. nelson-rosae tem distribuição relativamente restrita no Cerrado, ocorre em áreas preferenciais para atividades agropastoris e não possui registros de ocorrência em unidades de conservação de proteção integral, nesse bioma. Ademais, subsiste em remanescentes pequenos, sujeitos a derrubadas de árvores, incêndios e invasões de gado.

Árvore em floresta estacional subcaducifólia convertida em pastagem. Abadia dos Dourados (MG), 30-05-2016

Superfície do ritidoma e cor da casca interna. Abadia dos Dourados (MG), 30-05-2016

Folhas adultas. Abadia dos Dourados (MG), 30-05-2016

Frutos e folhas jovens. Abadia dos Dourados (MG), 28-08-2016

 LITERATURA
SANTIN, D.A. 1989. Revisão taxonômica do gênero Astronium Jacq. e revalidação do gênero Myracrodruon Fr. All. Dissertação (mestrado), Universidade Estadual de Campinas, 187 f.
SANTIN, D.A. 1991. Astronium nelson-rosae – nova espécie de Anacardiaceae. Revista Brasileira de Botânica, v.14, n.1, p.103-106.
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com